Fronteiras de risco: América do Sul


fronteiras-as

Minimizar os riscos é fundamental para quem ama a vida. Áreas de fronteiras costumam ser locais preocupantes em diversos aspectos: violência, difícil acesso, corrupção e tráfico de drogas. Seguem algumas e continuo pesquisando por outras.

Uruguai e Argentina

Problema: difícil acesso.

A distância entre Colonia del Sacramento (URU) e Buenos Aires (ARG) é de 50km – por água. Portanto não é possível ir pedalando.

Um FerryBoat é a opção mais opção econômica, segura e rápida.

fronteiras-as-colonia-do-sacramento-ferry

Outra é fazer a volta via terra até chegar na Puente Internacional Gualeguaychú-Fray Bentos para em seguida ir para Buenos Aires. São 450km e com risco de lentidão na região da ponte.

O que você prefere? : – )

fronteiras-as-colonia-do-sacramento

Colômbia e Panamá

Problema: violência.

Apesar de existir fronteira por terra, é inviável (ou pouco recomendada).

Chamado de Estreito de Darien (Estrecho de Darién), é uma região dominada pelas FARC, as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

fronteiras-col-estreiro-de-darien-farc

Não há estradas oficiais, talvez porque facilitaria o fluxo entre o maior produtor mundial de cocaína, a Colômbia, e o maior consumidor, os USA.

fronteiras-col-estreiro-de-darien

A solução é ir de Cartagena para a Cidade do Panamá de barco ou avião.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *